CENTRAL DE ATENDIMENTO: (21) 3237-9200  |  CONTATO@IBOL.COM.BR  |  INTRANET  |  INÍCIO  |  

IBOL - Instituto Brasileiro de Oftalmologia

Profissionalismo e gentileza. O médico do século XXI

 
Atualmente, ter um excelente currículo com graduação nas melhores faculdades de medicina do país, acrescido de diplomas de mestrado e doutorado e bolsas no exterior não são credenciais para um atendimento médico primoroso. Com esta visão, Dr. William Viana, Gerente Médico das Unidades de Terapia Intensiva da Rede D’Or São Luiz, falou para o corpo clínico de oftalmologistas do Instituto Brasileiro de Oftalmologia (IBOL), em sua última reunião científica, realizada no mês de março.
 
 O médico do século XXI, segundo ele, deve ser capaz de ir muito além de um diagnóstico brilhante, ou atender bem o paciente no dia a dia. “O médico precisa saber ouvir seus pacientes. Voltar ao passado em uma escuta ativa, aprofundada, buscando o raciocínio clínico, que deve ser complementado por uma relação de empatia com o paciente e toda sua família". O tratamento, afirma, é só uma parte do cuidar. 
 
Viana ainda ressaltou a importância do planejamento médico antes das intervenções nos pacientes. Para ele, o médico audacioso, nem sempre reflete sobre os eventos adversos e é importante antecipá-los com o intuito de procurar sempre o caminho mais seguro. 
 
 Em sua palestra, falou de problemas e posturas como privacidade e confidencialidade em tempos de internet, telefones celulares e mídias sociais. Viana destacou ainda a busca por soluções no sentido de superar as expectativas dos pacientes e seus familiares e o engajamento dos profissionais com as lideranças e o público-alvo. 
 
 Em resumo: o profissional de saúde do século XXI precisa ir muito além de ter um excelente currículo. O equilíbrio entre gentileza e profissionalismo pode ser, segundo ele, um caminho mais seguro para um bom desfecho médico e satisfação de todos.

© 2019 IBOL - A cópia deste conteúdo está autorizada, desde que citada a fonte.