CENTRAL DE ATENDIMENTO: (21) 3237-9200  |  CONTATO@IBOL.COM.BR  |  INTRANET  |  INÍCIO  |  

IBOL - Instituto Brasileiro de Oftalmologia

Jornal O Globo - Sociedade 06/08/2014

Exposição constante a telas de computador gera sintomas de vista cansada em jovens

Oftalmologistas notam aumento na busca por assistência devido ao uso frequente de celulares, tablets e afins

Por Antonella Zugliani - 06/08/2014

RIO - Os brasileiros passam em média 29,7 horas por mês on-line, diante de telas de computadores. Mas este número leva em conta milhões de habitantes, muitos com pouco acesso à rede e, na outra ponta, pessoas que ficam oito horas por dia, ou até mais, mergulhadas na web. Entre estas, há internautas como Tayara Causanilhas, que chega a passar mais de 12 horas diárias com os olhos vidrados em telas luminosas de smartphones ou desktops. Há seis meses, ela começou a sentir dores de cabeça frequentes e ardência nos olhos. Depois de uma consulta no oftalmologista, veio o diagnóstico: com apenas 18 anos, a estudante estava com a vista cansada.

Tayara é exemplo de uma tendência percebida nos consultórios. Não há pesquisas científicas, mas oftalmologistas confirmam que há uma quantidade crescente de jovens procurando assistência médica devido a incômodos causados pela longa exposição a telas de celulares, tablets e afins. Em alguns casos, não se trata necessariamente de vista cansada, um mal historicamente mais comum em pessoas de meia idade.

Mas esse contato diário também faz o usuário de tecnologia perceber mais facilmente sintomas que evidenciam outros problemas de visão, como ocorreu com Guilherme Roque, de 25 anos. O analista de sistemas passa cerca de dez horas por dia no trabalho diante de um computador e outras mais no Whatsapp, no celular. Depois de sentir fortes dores de cabeça, ele descobriu que tem astigmatismo. Hoje, usa óculos e toma alguns cuidados para evitar a vista cansada. Os problemas são causados principalmente pelo excesso de concentração, a luminosidade exacerbada e o fato de se piscar menos diante da tela.

- Tenho notado um aumento no número de jovens vindo ao meu consultório reclamando de vista cansada. Obviamente, isso varia muito entre as pessoas. Tem gente com poder de foco maior que os outros. Não é uma realidade para todos - reflete a oftalmologista do Instituto Brasileiro de Oftamologia (Ibol) Andrea Zin. - Os jovens deixaram de se entreter fora de casa e, agora, estão no smartphone o tempo todo, ficam mais de dez horas por dia em frente a esses aparelhos. Os pais entregam o tablet na mão da criança. Temos que fazer um uso mais moderado desses aparelhos.

 

Para ler a reportage completa, entre no site http://oglobo.globo.com/sociedade/tecnologia/exposicao-constante-telas-de-computador-gera-sintomas-de-vista-cansada-em-jovens-13503108#ixzz39bwIrZ41

 


© 2017 IBOL - A cópia deste conteúdo está autorizada, desde que citada a fonte.