CENTRAL DE ATENDIMENTO: (21) 3237-9200  |  CONTATO@IBOL.COM.BR  |  INTRANET  |  INÍCIO  |  

IBOL - Instituto Brasileiro de Oftalmologia

Visão na terceira idade


Se você tem mais de 60 anos e sente uma perda visual progressiva, tem visão turva que afeta, principalmente, o centro das imagens, sente necessidade de luz mais brilhante ao ler ou aproximar papel, tela e objetos, ou ainda percebe que nos últimos tempos tem dificuldade em se adaptar a baixos níveis de luz ao entrar em lugares mal iluminados, talvez, você esteja com Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI).


Com o envelhecimento da população brasileira, atualmente estima-se 100 mil novos casos a cada ano. No mundo, em 2020, serão até 8 milhões de pessoas com mais de 65 anos acometidas pela doença. A Degeneração Macular Relacionada à Idade se apresenta de duas formas: a mais comum é a forma seca e afeta 90% dos pacientes. Embora seja mais frequente, é menos grave em virtude de sua lenta progressão. A outra forma é a DRMI exsudativa que progride de forma rápida e precisa intervenção ágil para evitar a perda de visão central ou a cegueira.
 


No Centro de Estudos do IBOL, realizado nesta semana de novembro, o Dr. Oswaldo Ferreira Moura Brasil apresentou os resultados de diversos casos de DMRI exsudativas e os tratamentos aplicados a cada um. Segundo Dr. Moura Brasil, com os novos fármacos disponíveis no mercado, e que incluem a redução no número de injeções necessárias para o controle da doença, os resultados têm sido bastante satisfatórios. 


© 2017 IBOL - A cópia deste conteúdo está autorizada, desde que citada a fonte.