CENTRAL DE ATENDIMENTO: (21) 3237-9200  |  CONTATO@IBOL.COM.BR  |  INTRANET  |  INÍCIO  |  

IBOL - Instituto Brasileiro de Oftalmologia

Cirurgia de precisão

O resultado de estudo multicêntrico, que envolve vários países, sobre a aplicação de diferentes tecnologias em cirurgias para colocação de lentes trifocais foi o tema da reunião científica do IBOL, no mês de março. As lentes trifocais são inseridas nos olhos dos indivíduos que têm o desejo de se livrar dos óculos.

O convidado foi o médico e pesquisador, Wilson Takashi Hida, do Hospital Oftalmológico de Brasília, que trouxe dados apresentados por ele em congresso realizado, em 2017, em Los Angeles, nos Estados Unidos.

“As evidências científicas aliada à experiência são fundamentais na escolha de qual a melhor opção para cada paciente”, disse Takashi.

Ele descreveu aos médicos presentes como foi a participação do Hospital Oftalmológico de Brasília em um estudo com 18 outros centros oftalmológicos de nove países. Este estudo testou, de forma randomizada, duas lentes trifocais em 360 olhos. Os estudos foram caracterizados como randomizados, pois a decisão sobre qual a melhor lente a ser aplicada em cada indivíduo foi tomada por profissionais que não participavam da equipe do cirurgião. Vale destacar que ambas as lentes são excelentes com pequenas diferenças.

Após a recuperação, ele contou, foram avaliados vários itens como os halos envolta da luz, visão noturna, entre outros aspectos, para se identificar qual é mais indicada para cada tipo de paciente, pois alguns preferem ter mais qualidade na visão para perto e média distância; e outros utilizam mais a visão para longe.

Wilson Takashi também abordou sistemas tecnológicos como o aparelho de aberrometria intraoperatoria que mede, através da análise de frente de ondas, as aberrações ópticas do olho. Ou seja, ele é utilizado no intraoperatorio, para dar uma maior precisão no resultado cirúrgico.

Takashi foi bolsista na Keio University em Tokyo, e no Mitsui Memorial Hospital Kanda, ambos no Japão. Atualmente, é Diretor Médico e Chefe do Setor de Catarata do Hospital Oftalmológico de Brasília.


© 2018 IBOL - A cópia deste conteúdo está autorizada, desde que citada a fonte.